Menu
PT (BR)

Histórico de negligência com a privacidade do Google é revelado em novo vazamento

Nos últimos anos, o Google vem apostando em um rebranding que o coloca como um gigante da privacidade. No centro deste processo está o Privacy Sandbox do Google, apresentado como uma alternativa ao rastreamento de sites que preserva a privacidade dos usuários (no entanto, não atinge esse objetivo, como explicado aqui).

À medida que a conscientização sobre questões de privacidade continua a crescer, com um estudo recente sugerindo que quase 90% dos americanos estão mais preocupados com sua privacidade e segurança de dados do que com a situação da economia dos EUA, as Big Techs se encontram sob crescente pressão (tanto dos consumidores quanto dos reguladores) para agir. No entanto, falar sobre privacidade é uma coisa, mas cumprir o que se fala é outra. O vazamento mais recente, revelando seis anos de incidentes de privacidade até então desconhecidos no Google, relatados internamente por seus próprios funcionários de 2013 a 2018, lança uma sombra sobre esses esforços.

Endereços, placas de veículos e dados de fala

O vazamento foi relatado pela 404 Media, que obteve um conjunto de dados revelando dezenas de incidentes relacionados à privacidade, ligados tanto ao Google quanto a seus fornecedores terceirizados, de uma fonte anônima. De acordo com o relatório, o banco de dados contém "milhares de relatórios" que foram apresentados por funcionários do Google e, segundo a empresa, todos foram tratados e resolvidos.

Aqui estão alguns dos incidentes relatados pelos funcionários do Google que consideramos especialmente preocupantes.

Em um caso, o serviço de fala do Google registrou por engano dados de fala durante uma hora, o que resultou na coleta de “estimadas 1.000 falas de crianças”.

Em outro caso, o Google Street View fotografou e transcreveu placas de veículos (quando deveriam ter sido automaticamente censuradas) e depois armazenou essas informações sensíveis. É importante notar que muitos de nós nunca autorizamos o Google a fotografar nossas casas e veículos em primeiro lugar. De fato, há inúmeras reclamações nos fóruns da comunidade do Google onde as pessoas levantam preocupações sobre veículos do Street View entrando em propriedades privadas sem permissão e tirando fotos de 360 graus de empresas e residências.

Clientes que investem nos produtos premium do Google, vendidos com a promessa de maior privacidade e segurança, podem querer repensar antes de confiar seus dados à Big G após ouvir a seguinte história. De acordo com o relatório, um cliente do Google Cloud usando o produto focado em governo, projetado para proteger dados sensíveis, foi erroneamente movido para um serviço de nível de consumidor. Essa transição resultou na perda da garantia de localização de dados nos EUA para o cliente afetado. Embora isso possa não ser um grande problema para um usuário comum, a garantia de que seus dados permanecerão nos EUA e não serão transferidos para outro país é geralmente bastante crítica para questões governamentais.

Em outro incidente no qual o Google também foi uma parte prejudicada, os endereços de e-mail de mais de um milhão de usuários do Socratic.org, uma empresa de tecnologia educacional adquirida pelo Google em março de 2018, foram vazados. Essas informações foram encontradas diretamente no código do site. Além disso, havia preocupações de que os dados de geolocalização e endereço IP desses usuários, incluindo crianças, também poderiam ter sido comprometidos. O Google abordou o vazamento após a aquisição da empresa, mas os dados ficaram expostos por um ano antes da aquisição, levantando suspeitas de que já poderiam ter sido colhidos.

Histórico inapagável do YouTube e links do Google Docs visíveis para todos

O último trio de incidentes que queremos destacar envolve serviços que praticamente todos usam diariamente.

Talvez o mais preocupante de todos, vídeos enviados ao YouTube com configurações de privacidade designadas como "não listados" ou "privados" foram tornados visíveis ao público por um período "curto" de tempo, criando um potencial pesadelo para indivíduos e organizações que compartilham informações sensíveis ou conteúdo corporativo no YouTube (o que, em primeiro lugar, não recomendamos fazer).

Em outro incidente que poderia ter afetado muitas pessoas, o Google supostamente gerenciou mal os controles de acesso do Google Drive e Google Docs, concedendo inadvertidamente acesso público a arquivos destinados apenas àqueles com o link compartilhado. De acordo com o relatório, o Google tratou os controles de acesso "Qualquer pessoa com o link" como "Público", o que significa que os arquivos poderiam ter sido encontrados sem um link direto, por exemplo, por meio de uma pesquisa na web. Embora a probabilidade de alguém pesquisar aleatoriamente por um vazamento de Google Docs seja pequena, isso criou uma vulnerabilidade para potenciais vazamentos de informações sensíveis.

No terceiro incidente, que não está diretamente relacionado à privacidade, mas que ilustra a aplicação frouxa das próprias regras do Google, o YouTube, de propriedade do Google, aparentemente ignorou sua própria política ao continuar recomendando vídeos com base naqueles que haviam sido excluídos do histórico de visualização. A política atual do YouTube declara: “Se você notar recomendações sobre um assunto que não lhe interessa, tente remover um vídeo que você assistiu anteriormente sobre esse tópico. Isso pode reduzir a chance de recomendações semelhantes no futuro.” “Pode reduzir” não soa como uma garantia firme, mas cria algumas expectativas.

Assumindo o controle dos seus dados

O histórico de falhas de privacidade do Google, como revelado neste último vazamento, é apenas um exemplo dos desafios contínuos na proteção de informações pessoais online. Além disso, este está longe de ser o primeiro e provavelmente não será o último testemunho do histórico ruim de privacidade do Google.

Muito tem sido escrito sobre como se desgooglizar, e alguns de vocês podem até ter tentado essa façanha, reconhecendo os riscos associados a confiar tantos dados a uma única entidade. Se você está entre aqueles usuários que optaram por opções mais privadas, aplaudimos seu esforço e determinação. No entanto, para a maioria de nós, divorciar-se completamente do ecossistema do Google pode ser uma tarefa assustadora e não necessariamente o que precisamos ou queremos.

Em vez disso, defendemos uma abordagem pragmática, que envolve reduzir o que você compartilha e aproveitar as ferramentas fornecidas pelo Google para gerenciar sua pegada online. Verificar suas informações pessoais online por meio de ferramentas como "Resultados sobre você" e tomar medidas para removê-las e minimizar a exposição pode ajudar a mitigar os riscos de suas informações pessoalmente identificáveis serem vazadas e potencialmente mal administradas em nosso mundo cada vez mais orientado por dados.

Gostou deste post?
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

AdGuard para Windows

AdGuard para Windows é mais do que um bloqueador de anúncios. É uma ferramenta multiusos que bloqueia anúncios, controla o acesso a sites perigosos, acelera o carregamento de páginas e protege as crianças de conteúdos impróprios.
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

AdGuard para Mac

Ao contrário de outros bloqueadores de anúncios, o AdGuard foi projetado pensando nas especificações do macOS. Não só fornece defesa contra anúncios no Safari e outros navegadores, mas também lhe protege contra rastreamento, phishing e fraudes.
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

AdGuard para Android

AdGuard para Android é a solução ideal para dispositivos móveis Android. Ao contrario dos outros bloqueadores de anúncios, o AdGuard não requer acesso ao usuário root e oferece uma ampla gama de recursos: filtragem em aplicativos, gerenciamento de aplicativos e muito mais.
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

AdGuard para iOS

O melhor bloqueador de anúncios no iOS para iPhone e iPad. O AdGuard elimina todos os tipos de anúncios no Safari, protege sua privacidade e acelera o carregamento da página. A tecnologia de bloqueio de anúncios AdGuard para iOS garante filtragem da mais alta qualidade e permite que você use vários filtros ao mesmo tempo
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

AdGuard VPN

74 locais em todo o mundo

Acesso a qualquer conteúdo

Criptografia robusta

Sem política de registros

Conexão rápida

Suporte 24/7

Experimente gratuitamente
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

Bloqueador de conteúdo do AdGuard

O Bloqueador de Conteúdo do AdGuard elimina todos os anúncios em navegadores para dispositivos móveis que ofereçem suporte a tecnologia para bloqueio de conteúdo — ou seja Samsung Internet e Yandex Browser. Embora seja mais limitado do que o AdGuard para Android, ele é gratuito, fácil de instalar e ainda oferece alta qualidade de bloqueio de anúncios.
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

Extensão de navegador AdGuard

O AdGuard tem a extensão de bloqueio de anúncios mais leve, rápida e que efetivamente bloqueia todos os tipos de anúncios em todas as páginas da internet! Escolha o AdGuard para o navegador que você usa e obtenha uma navegação gratuita, rápida e segura.
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

Assistente do AdGuard

Uma extensão complementar para o AdGuard aplicativos para computador. Oferece acesso no navegador a funcionalidades tais como bloqueio de elementos personalizados, lista de permissões ou envio de um relatório de erro.
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

AdGuard DNS

O AdGuard DNS é uma solução alternativa para bloqueio de anúncios, proteção de privacidade e controle parental. Fácil de configurar e de usar, oferece uma proteção mínima necessária contra anúncios, rastreadores e phishing. Independentemente da plataforma e dispositivo que você estiver usando.
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

AdGuard Home

O AdGuard Home é um servidor de DNS para bloqueio de anúncios e rastreamento em toda a rede. Depois de configurá-lo, ele abrange TODOS os seus dispositivos domésticos e você não irá precisar de nenhum programa instalado. Com o surgimento da Internet das coisas e dispositivos conectados, torna-se cada vez mais importante poder controlar toda a sua rede.
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

AdGuard Pro para iOS

O AdGuard Pro tem muito mais a oferecer, já é conhecido pelo excelente bloqueio de anúncios no Safari na versão gratuita. A versão Pro fornece o acesso a configurações personalizadas de DNS, você pode bloquear anúncios, proteger seus filhos de conteúdo adulto online e seus dados pessoais contra roubo.
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

AdGuard para Safari

As extensões de bloqueio de anúncios para o Safari estão enfrentando dificuldades desde que a Apple começou a forçar o uso do novo SDK para todos. A extensão AdGuard deve trazer de volta a alta qualidade de bloqueio de anúncio para o Safari.
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

AdGuard Temp Mail

Um gerador de endereços de e-mail temporário gratuito que mantém você anônimo e protege sua privacidade. Nada de spam na sua caixa de entrada principal!
9.934 9934 comentários de usuários
Excelente!

AdGuard para Android TV

O AdGuard para Android TV é o único aplicativo que bloqueia anúncios, protege sua privacidade e atua como firewall na sua Smart TV. Receba avisos sobre ameaças da Web, use DNS seguro e aproveite o tráfego criptografado. Relaxe e assista suas séries favoritas com segurança de alto nível e zero anúncios!
Baixando o AdGuard Clique no botão indicado pela seta para iniciar a instalação Selecione "Abrir" e clique em "OK", e então aguarde o download do arquivo. Na janela aberta, arraste o ícone do AdGuard para a pasta "Aplicativos". Obrigado por escolher o AdGuard! Selecione "Abrir" e clique em "OK", depois aguarde o download do arquivo ser finalizado. Na janela aberta, clique em "Instalar". Obrigado por escolher o AdGuard!
Instale o AdGuard no seu dispositivo móvel