Menu
PT (BR)

A HP está alugando impressoras para que você não precise comprar, mas a oferta tem algumas condições

A HP, líder de mercado na indústria de impressoras, lançou um novo serviço de assinatura que permite alugar uma impressora com uma cota mensal de páginas impressas determinada pelo plano escolhido. O plano de assinatura também inclui o fornecimento de tinta para as páginas impressas e um upgrade no modelo da impressora a cada dois anos.

A ressalva? Você terá que conectar sua impressora à Internet. Isso permitirá que a HP rastreie o uso e colete seus dados pessoais. Você tem um período de teste gratuito de 30 dias e, a menos que cancele antes do término, estará obrigado a manter a assinatura e pagar pelo aluguel por um período mínimo de 24 meses. E uma vez estabelecidos, não será fácil quebrar esses vínculos. Se você o fizer, terá que pagar uma alta taxa de rescisão antecipada: de US$120 a US$270 mais impostos. Para comparação, o modelo de impressora mais barato disponível para a assinatura é vendido por US$79,99.

Espera aí: Impressão como serviço de assinatura? Desde quando isso existe?

O conceito de impressão como serviço de assinatura pode parecer realmente novo, mas na verdade faz parte de uma tendência mais ampla em que a propriedade tradicional está dando lugar aos modelos de assinatura. De equipamentos para se exercitar em casa a recursos de carro ativados por meio de atualizações over-the-air, a tendência é que os produtos físicos se convertam mais e mais em um serviço de assinatura.

Assinaturas, beleza. Mas e agora?

Essa não é uma tendência que surgiu da noite para o dia. Não se trata de uma revolução repentina, mas sim sutil, uma mudança na relação que temos com a ideia de propriedade.

Na verdade, as assinaturas existem há mais de um século. No Reino Unido, as pessoas podiam assinar entregas de leite já nos anos 1860. As assinaturas de revistas, que agora em grande parte migraram para o ambiente online, existem há cem anos.

Nos últimos dez anos, os serviços de assinatura tornaram-se firmemente associados ao conteúdo digital, especialmente em streaming de vídeo e áudio, como é o caso de plataformas como Netflix, Hulu, Amazon Prime e Spotify. No entanto, aos poucos, o modelo de assinatura também conquistou um lugar na mente de empresários mais convencionais. A Apple, tradicionalmente dependente das vendas de hardware, vem adotando-o com o Apple News, Apple TV e Apple Music. Pode-se argumentar que era apenas uma questão de tempo até que indústrias tradicionais acompanhassem a tendência, especialmente considerando pesquisas que indicam que empresas baseadas em assinaturas estão aumentando suas receitas cinco vezes mais rápido do que o esperado pelo índice S&P 500.

Os fornecedores que se adaptaram a esse novo modelo incluem fabricantes de TVs, como a Roku. Conforme reconhecido pelo ex-CEO da Roku em 2018, a empresa mudou seu foco para a venda de anúncios e serviços em vez de vendas de hardware. O setor automobilístico também está apostando nas assinaturas como fonte de receita para o futuro. A General Motors, por exemplo, prevê que as taxas de assinatura possam gerar até US$ 25 bilhões por ano até 2030.

Assinaturas de serviços de impressão não são novidade

Na verdade, as próprias empresas de impressão têm adotado o modelo de assinatura há muito tempo. Todos sabem que os fabricantes de impressoras lucram com a venda dos cartuchos de tinta, não com as impressoras. A HP tem sido particularmente conhecida por bloquear suas impressoras com atualizações over-the-air quando elas usam cartuchos de terceiros. Em uma entrevista recente, o CEO da HP, Enrique Lores, chamou os clientes que não usam os suprimentos da empresa de "mau investimento". Não há como ser mais claro que isso.

A HP tem oferecido a seus clientes planos de assinatura de tinta mensal desde 2014 por meio do programa Instant Ink. Até 2021, ele atraiu mais de 10 milhões de assinantes e previa um crescimento de 30% ao ano. A Canon vem seguindo os passos da HP, oferecendo planos com um número limitado de páginas, mas também planos de "pague conforme imprime". Isso exige que o cliente mantenha sua impressora conectada à Internet "para permitir que a Canon monitore consistentemente seus níveis de tinta". O lado positivo é que você pode cancelar sua assinatura de tinta a qualquer momento.

O novo plano de assinatura da HP: o que está incluso?

A diferença fundamental entre esses planos e o que a HP está oferecendo agora como parte de seu "Plano All-Inclusive" é que você não está mais possuindo uma impressora, mas apenas alugando-a. Lores argumenta que, ao introduzir essa opção, a HP torna a impressão "o mais fácil possível". O objetivo a longo prazo, ele diz, é tornar a impressão uma assinatura.

Em seu site, a HP já está sugerindo que aqueles interessados em comprar a impressora optem pela assinatura. Por enquanto, essa opção está sendo promovida como uma alternativa e não como a única disponível.

hp_envy_promo

Os planos de assinatura variam de US$6,99/mês para o modelo básico HP Envy e 25 páginas impressas a US$35,99/mês para o modelo colorido HP OfficeJet Pro e 700 páginas.

subscription_plans

E enquanto o fabricante argumenta que este caminho é apenas mais conveniente, esta conveniência vem com amarras digitais na forma de termos e condições. O mais importante desses itens não negociáveis é que a impressora deve estar conectada à Internet e que o software de monitoramento fornecido com o dispositivo deve poder ser executado sem interrupções. Em seus Termos de Serviço, a HP diz: "Para poder usar os serviços de maneira ininterrupta, você concorda em manter a conectividade da impressora com a Internet e não remover ou desativar nenhum software ou funcionalidade de monitoramento remoto da impressora."

Então, o que acontece se a impressora não estiver conectada? Tipicamente, uma impressora não precisa de uma conexão com a Internet para operar, uma conexão direta com o computador via cabo USB ou por meio de uma rede local é suficiente. Mas a HP diz que, se a impressora não estiver conectada, você pode não conseguir “acessar os serviços”, incluindo sua capacidade de imprimir. Em outras palavras, a HP avisa que pode transformá-la em um tijolo, enquanto continua cobrando de acordo com o seu plano de assinatura.

Que dados a HP vai coletar?

Quando uma impressora HP é conectada à Internet, ela pode coletar uma variedade de informações. Aqui está uma análise dos tipos de informações pessoais que a HP pode coletar, conforme descrito em sua declaração de privacidade:

  • Informações de Identificação: Seu nome, nome da empresa (opcional), ID de assinatura, HPID (existente ou novo) e detalhes de contato, incluindo endereço de entrega, cidade, estado, código postal, número de telefone e e-mail

  • Informações do Dispositivo: O modelo da sua impressora, número de série, data de início da inscrição, datas de envio e entrega, e a data de cancelamento do serviço

  • Métricas de Uso: Contagens de páginas, tipos de documentos impressos (por exemplo, Word, PowerPoint, PDF, JPEG, etc.), tipos de dispositivos iniciando trabalhos de impressão, informações sobre cartuchos (incluindo se é original da HP e se era novo ou usado quando inserido pela última vez), níveis de tinta, responsividade da impressora, tempos de instalação e dispositivos periféricos

Com o seu consentimento, a HP também irá coletar dados que podem ser usados para lhe oferecer anúncios, como localização e outras configurações. Além disso, a HP reserva-se o direito de complementar os dados que coleta com informações demográficas e de preferência de fontes de terceiros, como provedores de análises, corretores de dados e redes de publicidade. Isso inclui dados não pessoais, como dados demográficos agregados, mas também dados pessoais obtidos por meio de login em mídias sociais ou outras plataformas de terceiros. A HP compartilha esses dados com prestadores de serviços com os quais trabalha, bem como com seus parceiros de publicidade para personalizar os anúncios para você. Além disso, a HP pode compartilhar identificadores criptografados ou hash com seus parceiros de publicidade para facilitar anúncios com base em interesses.

Também podemos transferir informações sobre você para parceiros de publicidade (incluindo redes de anúncios, empresas de serviço de anúncios e outros prestadores de serviços que podemos usar) para que eles possam reconhecer seus dispositivos e fornecer conteúdo e anúncios com base em interesses para você. As informações podem incluir seu nome, endereço postal, e-mail, ID do dispositivo ou outro identificador em forma criptografada. Os provedores podem processar as informações em forma hash ou desidentificada.

E embora a palavra "desidentificada" implique um nível de anonimato, é possível reidentificar esses dados cruzando conjuntos de dados anonimizados com registros disponíveis publicamente.

Abaixo está a análise completa dos tipos de informações pessoais que a HP compartilha com terceiros. Note que a HP também pode compartilhar todas essas informações com o governo de acordo com as leis aplicáveis.

desagregação_compartilhamento de dados pessoais

Clique para ampliar a imagem. Fonte: HP

É possível bloquear a coleta de dados e ainda usar uma impressora?

Os Termos de Serviço (ToS) e a declaração de privacidade da HP afirmam que você não deve desativar sua capacidade de monitorar seu uso e o alertam sobre as repercussões. Mas quanto ao lado técnico das coisas, não está claro como a empresa planeja garantir isso. Quanto à possibilidade de bloquear a capacidade da HP de rastrear efetivamente sua atividade e compartilhar essas informações com terceiros, isso é uma questão difícil.

Se assumirmos que a HP usa um domínio para lidar com todas as solicitações de uma impressora conectada à Internet, usar um software de bloqueio de anúncios em toda a rede, como o AdGuard Home, ou alterar o resolvedor DNS preferido do seu roteador para um que bloqueie anúncios, poderia inadvertidamente bloquear todas as solicitações da impressora. Isso incluiria tarefas de impressão essenciais, transformando sua impressora em algo inútil. No entanto, se a HP segregar seus serviços de monitoramento e impressão em vários domínios, é possível bloquear seletivamente os domínios relacionados ao rastreamento sem prejudicar a funcionalidade de impressão. Isso deve permitir que você proteja sua privacidade sem tornar sua impressora inútil. Assim que descobrirmos qual é o caso, decidiremos se adicionamos ou não domínios às nossas listas de filtro. Não adicionaremos aos nossos filtros quaisquer domínios cujo bloqueio afete a funcionalidade principal da impressora, pois isso iria contra nossa política de filtro.

Pensamentos finais

De carros a impressoras e tudo mais, as coisas que costumávamos possuir estão gradualmente se tornando parte da economia de assinaturas. Embora ainda sejamos autorizados a possuir essas coisas se quisermos, as empresas que as fabricam estão desincentivando a posse ao tentar nos prender em planos de assinatura. Quanto mais longo for plano, mais difícil será cancelá-lo. Essa tendência é dolorosa de assistir, mas não vai se reverter tão cedo. Existe a possibilidade de que isso nunca aconteça.

A HP e seu "All Inclusive" são um dos exemplos mais recentes dessa tendência, e se você não quiser abraçá-la, a melhor coisa que você pode fazer é não aderir a ela enquanto ainda for possível.

Gostou deste post?

AdGuard para Windows

AdGuard para Windows é mais do que um bloqueador de anúncios. É uma ferramenta multiusos que bloqueia anúncios, controla o acesso a sites perigosos, acelera o carregamento de páginas e protege as crianças de conteúdos impróprios.
Revisões: 14235
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais

AdGuard para Mac

Ao contrário de outros bloqueadores de anúncios, o AdGuard foi projetado pensando nas especificações do macOS. Não só fornece defesa contra anúncios no Safari e outros navegadores, mas também lhe protege contra rastreamento, phishing e fraudes.
Revisões: 14235
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais

AdGuard para Android

AdGuard para Android é a solução ideal para dispositivos móveis Android. Ao contrario dos outros bloqueadores de anúncios, o AdGuard não requer acesso ao usuário root e oferece uma ampla gama de recursos: filtragem em aplicativos, gerenciamento de aplicativos e muito mais.
Revisões: 14235
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença

AdGuard para iOS

O bloqueador de anúncios mais avançado para o Safari: faz esquecer os anúncios pop-up, acelera o carregamento de páginas, e protege os seus dados pessoais. Uma ferramenta manual de bloqueio de elementos e configurações altamente personalizáveis ajudam-no a adaptar a filtragem às suas necessidades exactas.
Revisões: 14235
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença

Extensão de navegador AdGuard

O AdGuard tem a extensão de bloqueio de anúncios mais leve, rápida e que efetivamente bloqueia todos os tipos de anúncios em todas as páginas da internet! Escolha o AdGuard para o navegador que você usa e obtenha uma navegação gratuita, rápida e segura.
Revisões: 14235
4,7 de 5

AdGuard para Safari

As extensões de bloqueio de anúncios para o Safari estão enfrentando dificuldades desde que a Apple começou a forçar o uso do novo SDK para todos. A extensão AdGuard deve trazer de volta a alta qualidade de bloqueio de anúncio para o Safari.
Revisões: 14235
4,7 de 5
App Store
Baixar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença

AdGuard Home

O AdGuard Home é um servidor de DNS para bloqueio de anúncios e rastreamento em toda a rede. Depois de configurá-lo, ele abrange TODOS os seus dispositivos domésticos e você não irá precisar de nenhum programa instalado. Com o surgimento da Internet das coisas e dispositivos conectados, torna-se cada vez mais importante poder controlar toda a sua rede.
Revisões: 14235
4,7 de 5

Bloqueador de conteúdo do AdGuard

O Bloqueador de Conteúdo do AdGuard elimina todos os anúncios em navegadores para dispositivos móveis que ofereçem suporte a tecnologia para bloqueio de conteúdo — ou seja Samsung Internet e Yandex Browser. Embora seja mais limitado do que o AdGuard para Android, ele é gratuito, fácil de instalar e ainda oferece alta qualidade de bloqueio de anúncios.
Revisões: 14235
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais

Assistente do AdGuard

Uma extensão complementar para o AdGuard aplicativos para computador. Oferece acesso no navegador a funcionalidades tais como bloqueio de elementos personalizados, lista de permissões ou envio de um relatório de erro.
Revisões: 14235
4,7 de 5
Assistente para Chrome Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Firefox Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Edge Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Opera Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Yandex Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Safari Este é o seu navegador atual?
Se você não sabe qual é o seu navegador, tente a antiga versão antiga do Assistente, que você pode encontrar nas configurações da extensão do AdGuard.

AdGuard Temp Mail β

Um gerador de endereços de e-mail temporário gratuito que mantém você anônimo e protege sua privacidade. Nada de spam na sua caixa de entrada principal!
Revisões: 14235
4,7 de 5

AdGuard para Android TV

O AdGuard para Android TV é o único aplicativo que bloqueia anúncios, protege sua privacidade e atua como firewall na sua Smart TV. Receba avisos sobre ameaças da Web, use DNS seguro e aproveite o tráfego criptografado. Relaxe e assista suas séries favoritas com segurança de alto nível e zero anúncios!
Revisões: 14235
4,7 de 5
Baixando o AdGuard Clique no botão indicado pela seta para iniciar a instalação Selecione "Abrir" e clique em "OK", e então aguarde o download do arquivo. Na janela aberta, arraste o ícone do AdGuard para a pasta "Aplicativos". Obrigado por escolher o AdGuard! Selecione "Abrir" e clique em "OK", depois aguarde o download do arquivo ser finalizado. Na janela aberta, clique em "Instalar". Obrigado por escolher o AdGuard!
Instale o AdGuard no seu dispositivo móvel