Menu
PT (BR)

O Google quer acabar com a liberdade na web sob justificativa de torná-la mais segura

É preciso aceitar a verdade: o Google nunca foi fã do bloqueio de anúncios, a empresa iniciou a sua primeira batalha contra ele há 10 anos. Isso incluiu uma expulsão em massa dos bloqueadores de anúncios da Google Play Store em 2013-2014, alterações nas políticas de desenvolvedores tendo os bloqueadores de anúncios como alvo em 2016 e, mais recentemente, o Google lançou um ban dos usuários de bloqueadores de anúncios em sua plataforma YouTube.

O motivo para tudo isso não se resume ao fato de que o Google é o criador do navegador mais popular do mundo, o Chrome, e de uma longa lista de outros serviços usados diariamente por bilhões de usuários. Mas, acima de tudo, o Google é um gigante da tecnologia de anúncios e seus lucros com publicidade online chegam a 80% de seus ganhos totais.

A proposta do Google

Agora, em vez de tentar banir os bloqueadores de anúncios de maneira direta, o Google adotou uma estratégia mais discreta. Um grupo de engenheiros do Google propôs uma API chamada Web Environment Integrity. Em teoria, seu objetivo seria deixar a internet mais segura ao permitir que sites verifiquem os dispositivos e apps que os visitam, assegurando que sejam legítimos sem facilitar o fingerprinting ou infringir a privacidade dos usuários.

Em resumo, com a Web Environment Integrity API, os sites que você visita podem pedir que um terceiro, chamado "attester", prove que o seu dispositivo e o seu aplicativo sejam reais e confiáveis. Para isso, o attester envia um código especial chamado token, que descreve o seu dispositivo para o site em modo de “baixa entropia”, ou seja, apenas com as informações mais básicas. O site então “inspeciona” a carga útil dos tokens para ver se há quaisquer problemas de segurança ou se o seu código foi modificado. Além disso, o site pode pedir mais informações sobre o seu dispositivo ao attester (“sinais de baixa entropia”), como por exemplo a frequência com que você o utiliza.

Um mecanismo de verificação proposto pela Web Environment Integrity API

Um esquema de verificação de integridade na web proposto por engenheiros do Google. Fonte: GitHub

No que se refere a quem pode ser um attester, a proposta afirma que ele “vem do” sistema operacional, supostamente feito por um desenvolvedor ou distribuidor, mas ainda não dá para ter certeza. Eles também afirmaram que os sistemas operacionais podem usar o mesmo attester. Assim, em teoria, ele seria o Google ou o próprio Windows.

Quais são os riscos para os bloqueadores de anúncios e outros aplicativos?

Quando você visita um site, o seu navegador ou extensão pode modificar o código para proteger a sua privacidade. Por exemplo, o DuckDuckGo e o AdGuard modificam o código para impedir que websites te rastreiem ou te mostrem anúncios. A extensão de navegador do AdGuard, por exemplo, pode mudar o código de um site para bloquear anúncios, rastreadores, spyware, adware e scripts de banimentos de bloqueadores de anúncios, dependendo da sua configuração.

Então o que acontece se os sites tiverem como arma a WEI API? Eles poderão detectar se o DuckDuckGo, AdGuard ou qualquer outro navegador, app ou plug-in de que eles não gostem estão sendo executados, podendo assim bloquear o seu acesso ao seu conteúdo. Na verdade, a implementação desta API pode não ameaçar apenas as ferramentas de proteção de privacidade, mas também os gerenciadores de aplicativos, ferramentas de tradução, players de vídeo e, em geral, qualquer ferramenta que cujo recurso envolva a mudança do layout de um website. Isso pode transformar uma grande parte da internet em um ambiente fechado e controlado, acessível apenas para certas aplicações da “lista branca”. Isso é motivo para preocupação.

Os engenheiros afirmam que não querem “forçar ou interferir com a funcionalidade do navegador, incluindo de plugins e extensões,” mas é difícil ter certeza disso, já que nós não somos os únicos a perceber que há algo de errado nisso tudo. Será que o plano do Google não seria acabar com os bloqueadores de anúncios e outros aplicativos que desafiam a sua autoridade? Acreditamos que existe uma boa chance de que isso seja verdade.

Um ataque mortal à liberdade na internet?

Se a API proposta for amplamente adotada e o Google conseguir colocar em prática a sua implementação em navegadores baseados em Chromium, isso poderia representar o fim da internet como a conhecemos hoje. No pior dos casos, você somente conseguiria acessar um site usando um dispositivo específico e um navegador com configurações aprovadas pelas Big Tech.

Alguns podem até dizer que está não é a proposta do Google, mas representa apenas quatro engenheiros agindo de forma independente. Por mais que isso seja tecnicamente verdade, ficaríamos muito surpresos se o Google, o gigante da tecnologia publicitária, não estivesse por trás disso.

O Chrome é a força dominante na indústria dos navegadores com mais de 60% do mercado, e pode parecer que nada pode parar os planos do Google, independentemente de quais sejam. No entanto, desistir desta luta não é o melhor caminho. O mundo precisa saber sobre a ameaça que algo assim poderia representar para a arquitetura da web. O mínimo que podemos fazer é chamar atenção para esta questão de modo que mais pessoas entendam o que está acontecendo e possam se posicionar contra ações futuras.

Em uma escala mais ampla, as autoridades dos EUA e especialmente da União Europeia já mostraram ter o poder e os meios de regular empresas de tecnologia para que não haja nenhum tipo de abuso de poder. A futura Digital Markets Act (DMA) é um exemplo desta tendência. Então há um pouco de esperança de que esta proposta do Google jamais será implementada.

O que você pode fazer neste momento para impedir que vários aplicativos, plugins e extensões úteis desapareçam aos poucos é compartilhar esta notícia em suas redes sociais e deixar seu comentário. Quanto mais barulho fizermos, maior a chance de que eles deixarão isso tudo de lado.

Gostou deste post?

AdGuard para Windows

AdGuard para Windows é mais do que um bloqueador de anúncios. É uma ferramenta multiusos que bloqueia anúncios, controla o acesso a sites perigosos, acelera o carregamento de páginas e protege as crianças de conteúdos impróprios.
Revisões: 14311
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais

AdGuard para Mac

Ao contrário de outros bloqueadores de anúncios, o AdGuard foi projetado pensando nas especificações do macOS. Não só fornece defesa contra anúncios no Safari e outros navegadores, mas também lhe protege contra rastreamento, phishing e fraudes.
Revisões: 14311
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais

AdGuard para Android

AdGuard para Android é a solução ideal para dispositivos móveis Android. Ao contrario dos outros bloqueadores de anúncios, o AdGuard não requer acesso ao usuário root e oferece uma ampla gama de recursos: filtragem em aplicativos, gerenciamento de aplicativos e muito mais.
Revisões: 14311
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença

AdGuard para iOS

O bloqueador de anúncios mais avançado para o Safari: faz esquecer os anúncios pop-up, acelera o carregamento de páginas, e protege os seus dados pessoais. Uma ferramenta manual de bloqueio de elementos e configurações altamente personalizáveis ajudam-no a adaptar a filtragem às suas necessidades exactas.
Revisões: 14311
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença

Extensão de navegador AdGuard

O AdGuard tem a extensão de bloqueio de anúncios mais leve, rápida e que efetivamente bloqueia todos os tipos de anúncios em todas as páginas da internet! Escolha o AdGuard para o navegador que você usa e obtenha uma navegação gratuita, rápida e segura.
Revisões: 14311
4,7 de 5

AdGuard para Safari

As extensões de bloqueio de anúncios para o Safari estão enfrentando dificuldades desde que a Apple começou a forçar o uso do novo SDK para todos. A extensão AdGuard deve trazer de volta a alta qualidade de bloqueio de anúncio para o Safari.
Revisões: 14311
4,7 de 5
App Store
Baixar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença

AdGuard Home

O AdGuard Home é um servidor de DNS para bloqueio de anúncios e rastreamento em toda a rede. Depois de configurá-lo, ele abrange TODOS os seus dispositivos domésticos e você não irá precisar de nenhum programa instalado. Com o surgimento da Internet das coisas e dispositivos conectados, torna-se cada vez mais importante poder controlar toda a sua rede.
Revisões: 14311
4,7 de 5

Bloqueador de conteúdo do AdGuard

O Bloqueador de Conteúdo do AdGuard elimina todos os anúncios em navegadores para dispositivos móveis que ofereçem suporte a tecnologia para bloqueio de conteúdo — ou seja Samsung Internet e Yandex Browser. Embora seja mais limitado do que o AdGuard para Android, ele é gratuito, fácil de instalar e ainda oferece alta qualidade de bloqueio de anúncios.
Revisões: 14311
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais

Assistente do AdGuard

Uma extensão complementar para o AdGuard aplicativos para computador. Oferece acesso no navegador a funcionalidades tais como bloqueio de elementos personalizados, lista de permissões ou envio de um relatório de erro.
Revisões: 14311
4,7 de 5
Assistente para Chrome Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Firefox Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Edge Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Opera Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Yandex Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Safari Este é o seu navegador atual?
Se você não sabe qual é o seu navegador, tente a antiga versão antiga do Assistente, que você pode encontrar nas configurações da extensão do AdGuard.

AdGuard Temp Mail β

Um gerador de endereços de e-mail temporário gratuito que mantém você anônimo e protege sua privacidade. Nada de spam na sua caixa de entrada principal!
Revisões: 14311
4,7 de 5

AdGuard para Android TV

O AdGuard para Android TV é o único aplicativo que bloqueia anúncios, protege sua privacidade e atua como firewall na sua Smart TV. Receba avisos sobre ameaças da Web, use DNS seguro e aproveite o tráfego criptografado. Relaxe e assista suas séries favoritas com segurança de alto nível e zero anúncios!
Revisões: 14311
4,7 de 5
Baixando o AdGuard Clique no botão indicado pela seta para iniciar a instalação Selecione "Abrir" e clique em "OK", e então aguarde o download do arquivo. Na janela aberta, arraste o ícone do AdGuard para a pasta "Aplicativos". Obrigado por escolher o AdGuard! Selecione "Abrir" e clique em "OK", depois aguarde o download do arquivo ser finalizado. Na janela aberta, clique em "Instalar". Obrigado por escolher o AdGuard!
Instale o AdGuard no seu dispositivo móvel