Menu
PT (BR)

Corrida da IA da Microsoft, Mozilla vs. rastreadores e mais no resumo AdGuard

Nesta edição do Resumo de Notícias AdGuard: In this edition of AdGuard’s digest: Microsoft demite a equipe de ética em Inteligência Artificial, plataformas de saúde mental vazam dados, Firefox expande as proteções anti-rastreamento, enquanto os alemães se opõem ao controle de chats.

Se não há ética, não há problemas? Microsoft dissolve o seu time de ética em IA

Enquanto a Microsoft continua a integrar a Inteligência Artificial em seus produtos na velocidade da luz, ela afastou o time inteiro de "ética e sociedade", que buscava assegurar que isso fosse feito de uma forma responsável, segundo informou o Platformer.

Um antigo membro da equipe informou ao Platformer que, por mais que a Microsoft ainda tenha um escritório de responsabilidade em IA, os empregados regulares normalmente não fazem a menor ideia sobre como aplicar estes princípios à realidade. O papel do time de ética e sociedade, segundo ele, era explicar o real significado destes princípios e criar regras. Em uma nota à Platformer, a Microsoft negou qualquer mudança em sua abordagem à Inteligência Artificial.

É compreensível que a Microsoft queira vencer a corrida da Inteligência Artificial, na qual já está à frente go Google, logo após ter tornado o Bing Chat, o seu motor de busca baseado em Inteligência Artificial, disponível para todo. Mas, se a dissolução do time de ética for um sinal de que a Microsoft quer ficar à frente nesta corrida da IA a todo custo, isso pode resultar em uma ameaça à segurança e à privacidade dos usuários. Também são preocupantes as informações de que a Microsoft, em uma tentativa de monetizar o sucesso do novo Bing, esteja planejando inserir anúncios contextuais dentro das respostas do chatbot. Antes de tomar esta decisão, a Microsoft provavelmente poderia ter usado os conselhos da equipe de ética, mas ela já não existe mais.

BetterHelp: aplicativo de saúde mental compartilhou dados com o Facebook

O popular aplicativo de terapia BetterHelp terá que pagar US$7.8 milhões aos seus clientes por revelar informações sensíveis sobre sua saúde mental para anunciantes como o Facebook e o Snapchat, sem consentimento. O BetterHelp sempre prometeu aos seus usuários que não compartilharia suas informações privadas sobre saúde a não ser para propósito de terapia, afirmou a Comissão de Comércio Federal US.

A empresa compartilhou os endereços de email dos pacientes e o fato de que eles estavam fazendo terapia com o Facebook, permitindo que o gigante das redes sociais “identificassem consumidores parecidos e os enviassem publicidade dirigida,” revelou o FTC. As alegações de que o BetterHelp estava fazendo mau uso dos dados de usuários iniciaram em 2020, mas a empresa continuaou negando todas elas. A partir de agora, a BetterHelp teria que obter o consentimento explícito dos usuários antes de compartilhar suas informações pessoais.

É desconsertante ver que uma plataforma que afirma ter como objetivo ajudar pessoas passando por momentos de crise em sua saúde mental trai a confiança de seus usuários. Isso também mostra que não importa o quanto um app diga se preocupar com a privacidade, nada de fato impede que ele compartilhe seus dados com terceiros. Para ter certeza de que você está seguro, você pode checar o status de um app voltado para a saúde mental através do guia de privacidade do Mozilla. Alerta de spoiler: o BetterHelp apresenta uma pontuação terrível.

Os dados de 3,1 milhões de pacientes foram vazados

É aquele ditado: se há fumaça, há fogo. Outra plataforma voltada para a saúde mental, a Cerebral, revelou estar enviando dados de clientes ao Facebook, Google e TikTok desde Outubro de 2019 até recentemente. A Cerebral é uma startup de saúde mental especializada no tratamento de problemas de saúde mental como depressão, bipolaridade, insônia e ansiedade.

O pixels de rastreamento do Facebook, Google e TikTok estavam presentes nos serviços online da Cerebral, o que levou à exposição dos dados pessoais de mais de 3,1 milhões de pessoas a terceiros. A quantidade de informação exposta sobre uma única pessoa depende de que usos a pessoa dava à plataforma. Os dados variavam entre nome, número de telefone, endereço de email e IP chegando até mesmo a detalhes de consultas e tratamentos, admitiu a Cerebral.

A empresa disse que, desde então, “desativou, reconfigurou e/ou removeu” os pixels. Os pixels de rastreamento são pequenas imagens transparentes colocadas sobre elementos online como anuncios, sites e emails. Eles ajudam os publicitarios a medir quantidades de clicks e visualizar outras metricas. O caso da Cerebral é mais um caso da atitude despreocupada de provedores de saúde com relação à privacidade. Este tipo de atitude não apenas coloca o provedor de saúde sob risco de quebrar leis de proteção contra os pacientes, mas também pode acabar colocando os dados de seus pacientes nas mãos erradas.

Mais uma razão para amar a Mozilla: o Firefox intensifica suas proteções contra o rastreamento

Não é segredo nenhum que nós temos uma quedinha pela Mozilla: afinal, a empresa acabou de salvar os bloqueadores de anúncios do apocalipse do Google Chrome. Mas eles merecem os créditos por tudo o que vêm fazendo. Desta vez, a Mozilla acertou de novo ao extender a proteção contra os cookies de rastreamento em seu navegador Firefox para Android.

A funcionalidade, conhecida como Proteção total contra cookies (TCP), bloqueia o rastreamento entre sites ao "ocultar" os cookies de terceiros de todos, exceto dos sites que os plantaram no navegador do usuário. Isso significa que os rastreadores não conseguem ver os cookies alheios e mostrar anúncios incômodos onde quer que você vá. Esta funcionalidade é padrão para os usuários de Firefox no Windows, Mac e Linux no ano passado e, agora, finalmente chegou ao mobile.

A Mozilla também anunciou que o seu serviço Firefox Relay, que permite que os usuários ocultem os seus emails reais de rastreadores e distribuidores de spam, está agora disponível diretamente no navegador. Em alguns sites, os usuários do Firefox Relay serão direcionados automaticamente a fazer login com uma máscara em vez de seus endereços de email reais.

O erviço de email seguro da Mozilla estará disponível diretamente no Firefox

Fonte: Mozilla

A Mozilla mais uma vez demonstrou estar comprometida com a privacidade. Agora, os usuários do Firefox estarão protegidos de cookies rastreadores independentemente de usarem um computador ou um celular para navegar na Internet. Não tem como não amar, né?

Alemanha se opões ao plano da Comissão da União Europeia de escanar mensagens de clientes

A proposta da União Europeia de escanear mensagens em busca de materiais que envolvem abuso sexual infantil foi recebida com críticas em uma reunião especial do parlamento Alemão. De acordo com a informação oficial emitida pelo Comitê Digital de Bundestag, o plano foi descrito pelos participantes como tecnicamente irrealizável, “legalmente questionável” e uma “imensa ameaça à privacidade.”

Os experts afirmaram que a lei proposta, que exigiria que a Meta, a Apple, e outras empresas gigantes da tecnologia analizassem o conteúdo das mensagens de pessoas em seus próprios dispositivos, não teria sucesso em impedir o compartilhamento de imagens envolvendo o tipo de material em questão, mas sim criaria “uma enorme infraestrutura de vigilância em massa.” A lei proposta tornaria as empresas de tecnologia responsáveis por encontrar e impedir materiais de abuso infantil, que pode ser encontrado em uma base de dados de conteúdo proibido, mas também novos materiais e assédio em mensagens de texto. Os experts também chamaram atenção para o fato de que, em uma empreitada de grande escala como esta, mesmo uma taxa de erro em torno de 1% poderia resultar em bilhões de falsos positivos, resultando na acusação de pessoas inocentes.

Nós temos preocupações muito parecidas. A lei, se aprovada, tem o potencial de acabar com a proteção de privacidade pela qual a UE vem lutando e eliminar a criptografia de ponta a ponta. Esperamos que Berlim, enquanto grande potência com uma voz relevante no Conselho Europeu, levem estas preocupações para toda a UE e tente impedir que a lei seja aprovada do jeito que está agora.

Gostou deste post?

AdGuard para Windows

AdGuard para Windows é mais do que um bloqueador de anúncios. É uma ferramenta multiusos que bloqueia anúncios, controla o acesso a sites perigosos, acelera o carregamento de páginas e protege as crianças de conteúdos impróprios.
Revisões: 14212
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais

AdGuard para Mac

Ao contrário de outros bloqueadores de anúncios, o AdGuard foi projetado pensando nas especificações do macOS. Não só fornece defesa contra anúncios no Safari e outros navegadores, mas também lhe protege contra rastreamento, phishing e fraudes.
Revisões: 14212
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais

AdGuard para Android

AdGuard para Android é a solução ideal para dispositivos móveis Android. Ao contrario dos outros bloqueadores de anúncios, o AdGuard não requer acesso ao usuário root e oferece uma ampla gama de recursos: filtragem em aplicativos, gerenciamento de aplicativos e muito mais.
Revisões: 14212
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença

AdGuard para iOS

O bloqueador de anúncios mais avançado para o Safari: faz esquecer os anúncios pop-up, acelera o carregamento de páginas, e protege os seus dados pessoais. Uma ferramenta manual de bloqueio de elementos e configurações altamente personalizáveis ajudam-no a adaptar a filtragem às suas necessidades exactas.
Revisões: 14212
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença

Extensão de navegador AdGuard

O AdGuard tem a extensão de bloqueio de anúncios mais leve, rápida e que efetivamente bloqueia todos os tipos de anúncios em todas as páginas da internet! Escolha o AdGuard para o navegador que você usa e obtenha uma navegação gratuita, rápida e segura.
Revisões: 14212
4,7 de 5

AdGuard para Safari

As extensões de bloqueio de anúncios para o Safari estão enfrentando dificuldades desde que a Apple começou a forçar o uso do novo SDK para todos. A extensão AdGuard deve trazer de volta a alta qualidade de bloqueio de anúncio para o Safari.
Revisões: 14212
4,7 de 5
App Store
Baixar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença

AdGuard Home

O AdGuard Home é um servidor de DNS para bloqueio de anúncios e rastreamento em toda a rede. Depois de configurá-lo, ele abrange TODOS os seus dispositivos domésticos e você não irá precisar de nenhum programa instalado. Com o surgimento da Internet das coisas e dispositivos conectados, torna-se cada vez mais importante poder controlar toda a sua rede.
Revisões: 14212
4,7 de 5

Bloqueador de conteúdo do AdGuard

O Bloqueador de Conteúdo do AdGuard elimina todos os anúncios em navegadores para dispositivos móveis que ofereçem suporte a tecnologia para bloqueio de conteúdo — ou seja Samsung Internet e Yandex Browser. Embora seja mais limitado do que o AdGuard para Android, ele é gratuito, fácil de instalar e ainda oferece alta qualidade de bloqueio de anúncios.
Revisões: 14212
4,7 de 5
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Leia mais

Assistente do AdGuard

Uma extensão complementar para o AdGuard aplicativos para computador. Oferece acesso no navegador a funcionalidades tais como bloqueio de elementos personalizados, lista de permissões ou envio de um relatório de erro.
Revisões: 14212
4,7 de 5
Assistente para Chrome Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Firefox Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Edge Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Opera Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Yandex Este é o seu navegador atual?
Instalar
Ao baixar o programa, você aceita os termos do Contrato de licença
Assistente para Safari Este é o seu navegador atual?
Se você não sabe qual é o seu navegador, tente a antiga versão antiga do Assistente, que você pode encontrar nas configurações da extensão do AdGuard.

AdGuard Temp Mail β

Um gerador de endereços de e-mail temporário gratuito que mantém você anônimo e protege sua privacidade. Nada de spam na sua caixa de entrada principal!
Revisões: 14212
4,7 de 5

AdGuard para Android TV

O AdGuard para Android TV é o único aplicativo que bloqueia anúncios, protege sua privacidade e atua como firewall na sua Smart TV. Receba avisos sobre ameaças da Web, use DNS seguro e aproveite o tráfego criptografado. Relaxe e assista suas séries favoritas com segurança de alto nível e zero anúncios!
Revisões: 14212
4,7 de 5
Baixando o AdGuard Clique no botão indicado pela seta para iniciar a instalação Selecione "Abrir" e clique em "OK", e então aguarde o download do arquivo. Na janela aberta, arraste o ícone do AdGuard para a pasta "Aplicativos". Obrigado por escolher o AdGuard! Selecione "Abrir" e clique em "OK", depois aguarde o download do arquivo ser finalizado. Na janela aberta, clique em "Instalar". Obrigado por escolher o AdGuard!
Instale o AdGuard no seu dispositivo móvel